Síndico Profissional em Curitiba

Síndicos Profissionais da Informma Síndicos são homenageados pela Assembleia Legislativa do Paraná

Síndicos Profissionais da Informma Síndicos Profissionais são homenageados pela Assembleia Legislativa do Paraná, tendo inclusive o Sócio Paulo Pinheiro ganho destaque como Síndico mais jovem dentre os homenageados. O Sócio e Síndico Profissional Maicon Guedes também recebeu a Menção Honrosa concedida pelo destaque na atividade de Síndico.Sindico Profissional em Curitiba.
Por iniciativa do deputado Stephanes Junior (PSB), a Assembleia Legislativa do Paraná realizou na tarde desta quinta-feira (30) sessão solene para celebrar o Dia Nacional do Síndico e homenagear os síndicos e síndicas paranaenses. “Esta sessão busca prestigiar uma categoria que ainda não tem seu devido reconhecimento pela sociedade e muitas vezes até pelos condôminos, que pouco participam das reuniões e assembleias”, justificou Stephanes, acrescentando que a homenagem se estende “ a todo o segmento envolvido nas questões condominiais, como administradoras condominiais, empresas garantidoras, imobiliárias, construtoras, enfim, todos os prestadores de serviços, das grandes às pequenas empresas que, juntas, geram dezenas de milhares de empregos”.

A Mesa de Honra dos trabalhos foi composta pelo proponente da homenagem, pelo tenente-coronel Valdir Carvalho de Souza, do Conselho de Síndicos do Paraná (CONSIN); Alvaro Líber, do Sindicato de Síndicos do Paraná; Heros Holub Sandano, especialista em seguros condominiais e diretor da HGN Corretora de Seguros; Deisi Monn, coordenadora da Associação dos Condomínios Garantidos do Brasil; Jacirlei Soares Santos, presidente da ADEMI/PR; Cassio Angelo Frasson Sanchez, gerente do Grupo ADSERVI; e Katiani Louise Merhy, bióloga da OUDISER do Brasil, Gestão de Resíduos em Condomínios Residenciais e Comerciais.

Durante o evento receberam simbolicamente as menções honrosas o síndico mais jovem, Paulo Pinheiro; o mais idoso, Nivaldo Medeiros; a síndica protetora dos animais (ONG Associação Vida Animal), Pérola Ferraz; o síndico oficial da Polícia Militar, tenente-coronel Valdir Carvalho de Souza; síndica representando as mulheres, Eliane Leal; e a síndica deficiente visual Terezinha Lima.

Exigência legal – A Lei Federal 4.591, de 16 de dezembro de 1964, tornou exigência legal a figura do síndico, cujos direitos e obrigações estão definidos também no artigo 1.348 do Código Civil. Incumbido da gestão de um ou mais edifícios, ele é o responsável direto do condomínio pela manutenção da ordem, disciplina, segurança, legalidade e limpeza do local. Quem resolve assumir a função deve estar disposto a procurar conhecimento capaz de orientá-lo na busca do bem-estar comum.

A tarefa é complexa, exige que se abra mão de momentos de descanso entre a rotina normal de trabalho para resolver questões pontuais, imprevistos e conflitos, enfrentando o estresse de conciliar os interesses de pessoas diferentes que ocupam o mesmo ambiente. Exige tato e sabedoria para lidar com as situações que se apresentam. São consideradas habilidades de um bom síndico o conhecimento de finanças e legislação, a facilidade em lidar com o público, a capacidade de avaliar serviços, iniciativa na gestão, capacidade de planejamento e organização, que permita enxergar necessidades e antecipar problemas.

O trabalho pode ser visto também como um ato de cidadania e profissionalismo na medida em que busca um benefício extra para o condomínio em termos de economia, conforto, funcionalidade e bem-estar. Não raro as ações de síndicos e síndicas extrapolam as obrigações legais, com o incentivo à solidariedade entre os moradores, ou os próprios muros do condomínio, com a mobilização pela preservação de praças e monumentos e em defesa de melhorias no bairro. Síndico Profissional.